logo

Fale conosco: (55) 3242 1750 | (55) 8402 6371

WhatsApp: (55) 8402 6337

Matriz: Rua 13 de maio 430, centro, Sant'ana do Livramento, RS

Veja como se prevenir de doenças cardíacas

O estilo de vida assumiu recentemente grande importância na prevenção de problemas do coração.

\"Infarto e acidente vascular cerebral (AVC) são as duas causas que mais matam no Brasil, tanto homens, quanto mulheres. Somadas dão quase 40% das mortes no país. Mudanças no cotidiano fazem toda a diferença e não têm contraindicações, podem ser adotadas dos jovens aos idosos\", observa o especialista. \"Uma das atitudes mais importantes para quem quer cuidar do coração é praticar exercícios. É necessário fazer atividade física leve por, no mínimo, 150 minutos por semana, que podem ser divididos em 30 minutos por dia, cinco vezes por semana\", indica o cardiologista.

Cultivar as amizades, ler bons livros e dar boas risadas também fazem bem ao coração. \"É importante manter o hábito de sair com os amigos e praticar atividades prazerosas, que aliviem as situações de tensão. O estresse é uma das principais causas no aumento do colesterol e da pressão alta que prejudicam o coração\", frisa Justo Antero Leivas.

O médico salienta a importância de manter uma alimentação saudável para evitar obesidade, colesterol alto e hipertensão arterial, inimigos do bom funcionamento do coração. Isso, sem perder o sabor e o prazer à mesa. \"Desde que tomada de forma comedida, uma taça de vinho tinto por dia, por exemplo, é benéfica para a saúde cardiovascular, pois contribui para o aumento do colesterol bom (HDL). O azeite tem a mesma propriedade. Este deve fazer parte da nossa alimentação diária, usado para temperar a salada\", diz o médico.

Para controlar a pressão arterial, é necessário diminuir a ingestão de sal. Tirar o saleiro da mesa tem resultado favorável. O brasileiro consome mais do que o dobro indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O cardiologista destaca que a gordura abdominal é um motivo de preocupação. \"É arriscada a gordura acumulada no abdome. É conhecida também como gordura visceral por se encontrar próxima aos principais órgãos do corpo e também pode ser responsável pelo aparecimento de doenças cardiovasculares\", completa.

Voltar