logo

Fale conosco: (55) 3242 1750 | (55) 9 8402 6371

WhatsApp: (55) 9 8402 6337

Matriz: Rua 13 de maio 430, centro, Sant'ana do Livramento, RS

Diabetes

Diabetes é considerado epidemia

É alarmante o crescimento do diabetes mellitus em todo o mundo. De acordo com a International Diabetes Federation (IDF) existem hoje cerca de de 250 milhões de pessoas com a doença. Esse número expressivo de casos era esperado apenas para 2025. Tamanho salto fez com que a estimativa para os próximos dez anos seja de 380 milhões de diabéticos. Informação é a principal medida preventiva para essa doença silenciosa que não apresenta sintomas específicos.
Conforme o especialista em diabetes e obesidade pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), Marcelo D\'Ávila, o aumento dos casos de diabetes está intimamente ligado ao advento da obesidade e do sobrepeso. “O excesso de gordura corporal altera a relação da insulina com a glicose, num fenômeno chamado Resistência à Insulina. Isso, com o passar do tempo, leva a uma diminuição da produção de insulina pelo pâncreas e ao diabetes. Há, inclusive, um termo que designa esta relação de causa e efeito, denominado diabesidade”, explica o médico.
Dados mencionados pelo especialista santanense, comprovam o fator de risco mencionado e apontam que a possibilidade de desenvolver a doença é de 60% naqueles que apresentam excesso de peso. Em contraponto, o componente genético representa uma ordem de 30% para o diabetes Tipo 2 e de 10% no Tipo 1. A relação direta entre a alimentação e o problema é também mencionada pela nutricionista Patrícia de Moraes. “Ela é parte fundamental no tripé de controle do diabetes, integrado por: dieta, exercício físico e medicamento. Conscientizar-se disso é parte importante para a evitar complicações na saúde”, considera a nutricionista Patrícia de Moraes.

Voltar